Curta AmazôniaeCia

quarta-feira, 16 de abril de 2014

O Departamento de Transito do Pará, Detran - Está realizando ações em Mocajuba (PA)

Fotos: Timóteo Benassuly


Fotos: Timóteo Benassuly


A população assistiu animada as ações,
[...] Que tornaram-se quase um espetáculo, já que a ação não é rotineira.



Muitos veículos foram rebocados, especialmente motos.
Com a cidade parada, recuo no comércio e ausência de outros dinamismos - uma ação comum torna-se algo que atiça a curiosidade.




Ainda é preciso pensar a gestão do transito na cidade,
Inclusive lembrando que os serviços de moto-taxi tornaram uma das fontes de renda na cidade.
Além disso, é transporte preferencial do trabalhador rural, que muitas vezes mantém-se na informalidade, e por conta da ação vai voltar para casa sem a renda esperada.


É preciso zelar pela questão legal - mas também pelas questões sociais subjacentes.

Com a palavra, nosso amigo procurador do Detran, Reginaldo Ramos- o idealizador e patrono do mais novo empreendimento do ramo da hotelaria da cidade.

Piadinha do Face

reprodução

Não dá para colocar essa máquina lá na Primeira Rua de Mocajuba (Getúlio Vargas) nos lados da Casa Verde do Bairro da Fazenda.


Um oferecimento,
[...Não vou nem colocar Rosiel Costa, para dizerem que eu estou chutando cachorro morto]

(risinhos)

terça-feira, 15 de abril de 2014

Caso Maurício Américo

A cidade de Mocajuba, espera por justiça, enquanto Maria José Pinto, dissemina mentiras sobre meu irmão e sobre as circunstâncias de sua morte.
Ficamos meses a fio, calados, resignados.







Mas devemos a Maurício Américo, o esforço de convencer os poucos ainda enganados.
Para que não reste uma úncia dúvida.
Nem aos que são mais próximos a ela e aos quais ela tenta convencer daquilo é que é impossível.
E como sempre recorrendo a mentiras.








[Caros, recebi um cometário de alguém enganado por Maria José Pinto, não vou publicar o cometário porque anônimo não direito a publicação de opinião, mas como, obviamente isso também deve estar sendo dito na cidade. Vou responder por aqui.]






1. Maurício Américo não foi informar minha mãe que se separaria por causa de nenhuma mulher. Mas sim, porque estava cansado da vida torta que levava - e já que o próprio filho tinha direito de viver a vida dele, inclusive "fazendo neto, para ele criar", a partir de então ele viveria a vida dele em paz.
Eu era sua confidente.
Especialmente, quanto se tratava de seus amores.
Ele ficava vibrante, animado...






Mas algum tempo antes desse período, eu tinha "TRANÇADO UM PAU" enorme com ele, porque ele estava cada vez mais parecido com a mulher e nunca encontrava tempo para os pais. Todos acostumaram-se com a situação da relação de minha cunhada com meus pais e ele acomodou-se. 








Contudo, ele entrou em choque por conta do meu desabafo,
Entrou em crise, já que nós NUNCA TÍNHAMOS TIDO NENHUMA DISCUSSÃO SEQUER DURANTE A VIDA.










Por outro lado,  causa disso, MARIA JOSÉ, QUE VIVIA A CATA DE UM MOTIVO PARA AFASTÁ-LO DA FAMÍLIA, PROIBIU ELE, TERMINANTEMENTE DE FALAR COMIGO.






Mas MEU DESABAFO COM ELE NÃO FOI EM VÃO,





[...] entrou em crise de consciência, e passou a dedicar-se mais a família.
E repensar o que vivia naquela casa.
Todos devem lembrar que minha mãe foi internada em Mocajuba, e eu fiquei desesperada  de Belém pedindo para ele que fosse vê-la, e ele só apareceu depois que o diretor do HOSPITAL MANDOU CHAMÁ-LO.




Por isso, eu o fiz ver o que ele estava fazendo. 
Esse é o plano de fundo dos acontecimentos que desencadearam sua morte.
A namorada, ele já tinha realmente, terminado. 
Mas a humilhação que Maria José passou mais uma vez, ela não tinha esquecido e nem sabia da real situação dos dois. 
Não tinha como ela saber, já que ele a enganou por seis anos - para tratarmos apenas dessa namorada.











2. Umas das maiores evidências do tipo de vida que ele tinha é que sempre ele "emendava" uma mulher na outra.
E a mulher que vivia na mesma casa que ele recusava-se a separar.
Ameaçando-o.
E dizendo inclusive a família coisas como: "eu queimo tudo", eu jogo o carro em cima deles. E etc.








3. O último grande amor dele, a Marcilene Alves, (que passava inclusive temporadas dentro da própria casa dele, quando a titular/das conveniências sociais lhe dava uma folga) não estava mais com ele quando ele foi em casa falar com minha mãe que iria separar.
Coitada da Marcinha.
Mas a mulher não tinha esquecido a humilhação.






Portanto, caro anônimo (a).
Procure os vizinhos de nossa rua.
Vá a delegacia e leia os depoimentos.
Meu irmão, não merece isso.
Muito menos minha família.







Minha mãe foi lá na delegacia depor,
De cara limpa.
Depor e pedir providências quanto a morte de seu filho.














Porque você vem aqui como anônimo (a)?
Ou será que sua identidade é presumível?
A mãe que foi a delegacia, é a mesma mãe, que todos sabiam que era humilhada e renegada pela nora e ficavam inertes, omissos.
Claro, sei que muita gente de bem repudiava e continuou repudiando, que  mesmo depois de sua morte e antes de saber que já sabíamos de toda a verdade - manteve o mesmo comportamento arrogante, perversa com meus pais.













Anônimo (a) meu caro,
Suas palavras são tão cheias de verdade que você só pode vir aqui como anônimo (a).
Significativo né?












Isso é mais uma mentira.
E é tão íntimo que só pode ter partido dela, tentando esconder a verdade dos fatos.
E mais uma vez foi "pega-na-mentira".
Porque ela não  pode  falar em emails, já que os emails que eu trocava com ele, ela não tinha acesso.
Pede para ela mostrar esse tal email - se ele existisse ela mostraria.











Isso não existe.
E afinal, para que mentir?
Não dizem que "quem não deve não teme"?









Ele nunca me enviou nenhum email sobre a Marcilene.
Falávamos sobre ela abertamente, sempre.
E Maria José Pinto sempre soube disso, e tentava nos manter afastados a todo custo.











Ela sim, era minha cunhada, minha parceira, trabalhava comigo....
Porque eu gostava dela?
Porque meu irmão era outra pessoa quando estava com ele.
Feliz, leve.
E não pensem que nós fazíamos qualquer coisa para intervir na vida de casado dele.
Nada.
Respeitávamos.

Como irmã, eu só podia apoiá-lo.


Quem nos mantinha afastados por medo de perder uns vinténs era a mulher dele.


Não era só eu que o apoiava.
Ele tinha uma vida aberta para os mais proximos.
Todos os funcionários de confiança dele conheciam  sua vida paralela.
Suas dificuldades com a mulher.
Inclusive ela demitiu deles por conta disso.









Marcilene não era mais uma de suas muitas namoradas.
Ela vivia com ele...
Com casa montada e etc tal.
Investigue onde eles viviam....






É uma pessoa doce, do bem e o amava.
Ele tentou firmemente prepará-la para um futuro juntos.
Era segundo ele mesmo, seu respiro, seu alivio.
Linda, simpática, cheirosa e jovem...
O que mais eu quero? Ele me dizia.
Eu tenho todos os emails dele, ele não nunca falou nada disso comigo por email - a Maria José sim, falou comigo pelo Facebook colocando coisas na boca dele.








Usando o Facebook dela.
[Um Facebook do qual ela me excluiu depois de eu pedir para ela dar um recado para ele. Para ele ir em casa olhar minha mãe que havia caído e ela mandou que eu pegasse meu carro, aqui em Belém e fosse até lá. Que o Maurício tinha mais o que fazer. 
Eu disse que ela era uma pessoa ruim e por isso ela me bloqueou e ainda foi inventar mentira para ele - que era por causa das namoradas dele]









A perversidade e a mentira caminham sempre juntas.





Mas[...]
[...] assim mesmo.
Eu tenho os registros do que eu estou falando.





ELA comigo.
Através do Facebook. 
Dizendo que ele tinha tido isso e aquilo sobre a menina.
Quando de fato, nós [eu e ele] já tínhamos conversado sobre a decisão dele.
Ele decidiu separar mesmo da Marcilene. 
Eu fui a primeira pessoa com quem ele falou.
E eu guardei tudo, certamente.
Isso que ela disse a você, que ele me mandou emails sobre a Marcilene e etc tal - é mais uma mentira.
Eu provo.











Mas eu entendo você.
Ela é mentirosa e manipuladora.
Tentando dizer que o Maurício não tentava se separar, já que não estava mais com a "Marcinha" como ele a chamava.
Ele queria separar, porque não aguentava mais viver o INFERNO QUE VIVIA.
Inclusive, porque depois de saber das intenções dele, em ficar com a menina e deixá-la, o que andou choramingando com gente de nossa família, a vida dele ficou muito PIOR DO QUE ERA.











Faz assim anônimo (a), pede para ela mostrar esses tais emails?








Eu abro meus emails para a justiça.
Manda ela abrir os dela.










Para registro.
Quando a Maria José Pinto "descobriu! o caso de Maurício com Marcilene.
Não foi uma descoberta exatamente.
Todos sabiam.
Ele estavam combinando ir viver juntos  e ele me pediu para procurar uma Lotérica para comprar.
Pediu a mim e para ela.











Mas tudo estava demorando muito e ela foi buscar ele na marra.
Imatura, chegou lá encontrou outra moça que tinha/teve um teretetê com ele e fez maior confusão.







Eles bringaram dentro da casa dele promovendo um verdadeiro escândalo- diante do qual, a mulher que se importava mais com a posição social do que com qualquer outra coisa, começou uma guerra não para salvar o casamento, mas PARA NÃO PASSAR MAIS VERGONHA E MANTER AS APARÊNCIAS.









ENTÃO PARA PROTEGER O PATRIMÔNIO E AS APARÊNCIAS,  PROMOVEU VERDADEIRA GUERRA PSICOLÓGICA COM DIREITO A MUITAS AMEAÇAS E USOU DELIBERADAMENTE O FILHO, com os argumentos clássicos de que era preciso pensar na família e etc tal.



Apelou para os princípios da moralidade, da fidelidade e etc.
Levou o filho para Mocajuba para ajudar nessa guerra psicológica.
Para manter o amor? A família?
Não.
Para não perder.
Típico da arrogância que lhe é peculiar.
E para não arriscar o patrimônio.













Fazia o filho, inclusive dormir junto com o pai e buscar memórias de infância.
Meu irmão caiu na VERDADEIRA GUERRA PSICOLÓGICA QUE ELA E O FILHO PROMOVERAM.
E, pela família, deixou a namorada de seis anos.
A mim, ele pediu que a ajudasse a seguir a vida dela.
Sim.
Como fiz.
Até que ela seguiu em frente e encontrou um novo amor.











Contudo, vivia UM INFERNO.
Consultem os funcionários dele.
Muitos procuraram nossa família para relatar o que não podiam falar antes.









Para visitar meus pais e ia escoltado.
Era PROIBIDO DE IR SOZINHO.
Ela ia junto, para FAZER CENA PARA A SOCIEDADE, DEPOIS QUE EU "COBREI SEVERAMENTE DELE, O AFASTAMENTO" DOS PAIS E COLOQUEI AQUI NO BLOG.
AAAAAAAAAAAAAAAAAIIIII !!
PARA MANTER AS APARÊNCIAS PARA A SOCIEDADE ELA PASSOU A IR TODAS AS SEMANAS NA MINHA CASA JUNTO COM ELE, E ELE FOI PROIBIDO DE IR SOZINHO.













Então, eis que uma dia em meio a guerra de MORALIDADE, o filho, mesmo tendo uma namorada, e não tendo emprego, ENGRAVIDOU UMA MOÇA LINDA que teve a má sorte de cruzar seu caminho.








Maurício Américo ficou muito feliz pelo neto.
Mas  a partir desse momento, nem a mulher nem o filho tinham mais argumentos contra ele.
Moralidade? Fidelidade?
E ele tinha aberto mão da namorada...
Ficou furioso e danou-se a namorar na cidade, no Areião, em Cametá...









Ele disse: Mas-olhe-lá. Eu vivendo esse inferno pela família e agora tenho que criar neto?










Não tinha pessoa que tivesse ficado mais feliz pela geração da criança.
Foi a luz que ele precisava para vivir a vida dele.
Como ele dizia.
Bem, o menino nasceu.
Ele foi avisar minha mãe da separação, finalmente.
E o resto vocês já sabem.










Quanto a substâncias ilícitas, que supostamente o filho estava envolvido,  parece-me que não era segredo para mais ninguém na cidade e uma de suas maiores decepções.
E a polícia também levantou muitos elementos sobre isso.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Comunicado

Meus lindos e lindas...



Não estou recebendo nada de ninguém, nem para publicar e muito menos para não publicar nada.




Nunca pensem isso, visto que nunca lhes dei motivo para isso.




O site não cobra nem propaganda.




Não tenho mesmo tido tempo de apurar todas as notícias por conta de compromissos acadêmicos. Especialmente aqueles de cunho policial que vocês tanto cobram: briga do dublê de ameba, Denivaldo Farias,  com com irmão do vereador Jorge do Janito (?); agressão grave ao filho do outro vereador; estouro de bocas de fumo na cidade;  prisão do agente prisional em Mocajuba, suposta tentativa de corrupção de um vereador (da atual situação) sobre o outro (da antiga situação)






Vamos fazer assim: mandem via comentários as notícias, mas não enfeitem muito, visto que as vezes acho que vocês exageram demaaaaaaaais e entortam as coisas.
Vocês sabem....



Mandem também os contatos para que eu possa checar as informações.




Afinal, a muito tempo que esse blog não é mais só meu, é nosso.
O que não posso é fazer algo sem checar as informações e depois ter que corrigir, pedir desculpas, e até responder processo.
Né?






Bom Dia!!! Noite de Sexta-Feira em Belém

Carmen Américo e Virgilio Neto
Amizade e parceria.


Caso Maurício Américo: Você já sabia que, no momento em que ele passou mal pelo envenenamento, estava sozinho com a mulher Maria José Pinto? Sim. E ainda, que ela tinha trancado a cozinha a chaves, e depois ficou certo tempo sem abri-la sob o pretexto de não saber onde estava a chave?

Isso.
Ela relatou a polícia em Belém (PA), e inicialmente, não pensamos em nada de mais.

Maria Jose Pinto, a mulher altamente possessiva e muito avarenta, que estava trancada na
 cozinha de casa comendo com o marido, meu irmão, no momento em que ele passou mal.
Além de trancada, a chave estava perdida, só abrindo certo tempo depois que ele sentiu-se mal.

Acusada pela polícia de Mocajuba e denunciada pelo Ministério Público





Segundo ela, na sequência de fatos  até a chegada da enfermeira Lindacy, (já que só ela pode relatar o período em que os dois estavam sozinhos e trancados na cozinha) tem um período em que eles almoçam sozinhos e quando ele começa a passar mal, os dois estão sozinhos e  trancados ATÉ QUE ELA ENCONTRA A FATÍDICA CHAVE. 







AFINAL QUANTO TEMPO MEU IRMÃO FICOU SENTINDO OS EFEITOS DO ENVENENAMENTO E TRANCADO SEM QUE NINGUÉM PRESENCIASSE?







A empregada doméstica não só saiu  cozinha. Saiu também da casa ficando na área externa, enquanto os demais empregados estavam em outras dependências, sem acesso aos dois.












Porque alguém se trancaria para comer na própria casa e perderia a chave?










Sequência dos fatos:
A empregada serviu a mesa.
Ele e ela sentaram para almoçar.
Eles não estavam se falando, e não conversando.
Nem ao menos a televisão que fica de frente para a mesa, ele ligou.
Estavam calados.
Um clima estranho mantinha-se no ar.
[Segundo informou a empregada].









Ela, Maria José Pinto, não informou esse clima tenso entre os dois - disse apenas que eles estavam calados.
[Lembrem-se, no dia anterior ele foi a nossa casa dizer a nossa mãe, que o neto tinha nascido, e que era só isso que ele estava esperando para separar de fato e direito]










Percebendo o clima estranho, e parar permitir que conversassem, a empregada saiu da cozinha deixando os dois sozinhos.






[Há um hiato sobre a chave e sobre o trancamento]





Mas a própria Maria José Pinto, informa em uma estória bem contadinha que, quando ele passou mal a porta estava trancada e ela não encontrava a chave para destrancar.








Imaginem a situação.
Meu irmão passou mal, trancado, sozinho com essa mulher.
Depois de algum tempo, ela finalmente conseguiu abrir a porta.









Um dos funcionários, foi ajudá-lo.
O acudiu.
Ajudou a tirar o sapato enquanto repetia que sentia-se muito mal e com fortes dores no peito.









Porque Maria José Pinto permaneceu  ficou fria e observando.
Quem o acudiu foi o funcionário até que ele caiu e ela pediu para chamar a enfermeira.
E o funcionário saiu atrás da enfermeira que mora imediatamente a frente da casa dele em Mocajuba (PA).







Depois que outras pessoas chegaram...
Ha!! Ai, ela mudou totalmente, escabelando-se, gritando e etc tal.







Lembrem que no velório ao invés de chorar ela gritava e batia o pé?








Vocês viram a mãe dele gritando e fazendo cena?
Contudo, ela chora todos os dias até hoje.








Mas vocês viram a mãe dele indo até a sepultura enterrá-lo.
A mãe dele, mesmo muito idosa e muito doente, foi até a sepultura e cantou, como prima a tradição católica, seu enterro. Sozinha em sol escaldante, enquanto apoiávamos-na para manter-se em pé, dada sua fragilidade física.











E Maria José Pinto, estava onde neste momento?
Fazendo mais uma cena de viúva desesperada na porta do cemitério, voltou de lá.
















domingo, 13 de abril de 2014

Lúcia Topolanski, companheira de Mujica (Presidente Paraguai). Uma inspiração para a luta mocajubense, para a melhor inserção das mocajubanas na Política - Depois de mais de um Século de Governos Ruins e da Dificuldade e Construção de Um Projeto Político Que realmente melhore as condições de vida e futuro na cidade.

Jose Pepe Mujica e a esposa Lucia Topolansky (Foto: Reprodução)

Ela será candidata a vice-presidente da república, não pela quase regra machista que mulher serve para vice - mas para uma escolha coerente.





Vejam a entrevista dela no site aqui, quando também fala de outras coisas que achei bem significativo e com as quais me identifico - sobre a política, sobre amores e a vida.







Destaco o que ela fala sobre "bagagens pesadas" e sobre a capacidade de manter o sonho vivo. 
Quando  saí de Mocajuba para estudar, com 17 anos, era como a maioria dos jovens que chegam TODOS OS DIAS em Belém do Pará, e rumam para outros lugares do país em busca de novas possibilidades. 
Jovens que são invisíveis para nossa pseudo elite.






Lembrete: O TODO DIA, NÃO É EUFEMISMO. A cidade de Mocajuba (PA) continua a expulsar sua gente, enquanto uns poucos tomam conta da cidade e fazem uma política essencialmente patrimonialista e voltada a própria manutenção do poder.




Hoje, "cidade" me visita todos os dias para saber o que ando pensando para ele, ou por ela, e assumindo a fala daqueles que pelas dificuldades de uma cidade pequena se calam.





Amanhã, mudaremos os rumos da coisas, porque quando a ideologia é verdadeiramente maior que a gente - ela se faz real.









quinta-feira, 10 de abril de 2014

Caso Maurício Américo: e se fosse seu filho, seu pai, seu irmão?

Não há nenhuma pessoa em Mocajuba (PA) que ateste que Maurício Américo tinha perfil suicida ou que tenha demonstrado sinais que indicassem esse perfil ás proximidades de passar mal e depois vir a falecer por envenenamento.









Gostaria de lembrar a todos que, mesmo sabendo que Maria José renegava as filhas e a família do marido, que era uma pessoa altamente desagregadora e possessiva...






E nunca se posicionaram a respeito.








[...]  que mesmo que ele tenha morrido, ainda há tempo para redenção.
Posicionem-se.
Digam a ela que a única forma de redenção é falar a verdade.
Toda a verdade.










Também gostaria de lembrar e agradecer a Polícia de Mocajuba e a Promotoria de Mocajuba (PA) que fizeram o trabalho delas, de forma séria, detalhada e o resultado foi encaminhado ao juiz. 










A todos,
Indaguem-se: que tipo de possessão é essa que faz uma pessoa ser casada por  20 anos e mesmo assim nunca ter chamado o pai e a mãe do marido para qualquer evento dentro de sua residência. 
Um almoço? 
Um café? 










Aproveitem e passem na minha casa e confortem meu pai e minha mãe pela perda do filho e perguntem o que eles sentiam quanto a rejeição dela.




Indaguem-se: E se fosse meu filho ou filha?









Aos que não imaginavam o que ele vivia naquela casa, e   muito menos que, meu irmão mesmo casado, mantinha outra relação de mais de seis anos com casa montada, custeio de faculdade e planos de futuro, até que a Maria José Pinto descobriu e fez uma verdadeira guerra psicológica e chantagens diversas para fazê-lo fastar-se da mulher que ele amava. Pois lhe digo, o que vocês viam era apenas uma imagem, uma ilusão.









A todos vocês:  chegou a hora da justiça honrar o papel que meu irmão teve na história de Mocajuba (PA). 







Lembrem-se que o delegado de polícia de Mocajuba não encaminhou imediatamente seu inquérito sobre a morte de meu irmão - como poderia qualquer um fazê-lo. Ele investigou meses até encaminhar a promotoria.










O trabalho foi concluído, chegou o momento de todos honrarem o nome de meu irmão e se perguntarem: Porque afinal Maria José Pinto nunca quis uma investigação? 
Afinal, o marido dela morreu, sem dar nenhuma pista de que tenha se matado.
Ela não deveria querer saber, afinal o que ocorreu com ele?
Se ela não tem nada a ver com isso, não poderia ser um inimigo, uma amante inconformada... ?
Qual era afinal seu medo?








Se fosse seu marido e sua mulher, e morresse misteriosamente, ao invés de acusá-lo, SEM NENHUMA COMPROVAÇÃO DA PRÓPRIA MORTE, VOCÊ NÃO IRIA QUERER SABER AFINAL SE ALGUÉM NÃO TINHA TIRADO A VIDA DELE OU DELA? PORQUE ELA ESQUECEU O CAMINHO DA DELEGACIA? 








Mas não. Ela não só não procurou a polícia, o que já causou estranheza, como também falou COM TODAS AS LETRAS QUE NÃO ERA PARA NINGUÉM FAZÊ-LO. 
O QUE SIGNIFICAVA ISSO? 
MEDO? 
TENTATIVA DE GANHAR TEMPO?









Porque? 
Eu poderia ter dito antes que o delegado tinha terminado o inquérito, suas conclusões. 
Eu poderia ter dito antes que a promotoria aceitou os argumentos do delegado.
Não poderia.








Imaginem se fosse o irmão, pai ou filho de vocês.







Contudo, enquanto a gente espera que a justiça termine o processo, essa mulher MARIA JOSÉ PINTO, supostamente divulga que ATÉ CARTA MEU IRMÃO TERIA DEIXADO.
Se essa mulher falar a um de vocês sobre tal carta, indaguem-se: PORQUE ELA NÃO LEVOU ISSO A POLÍCIA? 







Outra questão que ela divulga é que meu irmão respondia a processos.
Ora bolas.
Maurício respondeu vários processos em vida.
E saiu vitorioso.
De cabeça erguida.










Um ano antes de sua morte FOI DEMITINDO POR JUSTA CAUSA DO EMPREGO que era a vida dele. Qual o motivo: ABRIR manter um negócio que concorria com os Correios.







Mesmo esse, que foi o maior golpe que enfrentou. Ele  enfrentou de cabeça erguida.







Responder processo não significa ser culpado.
Responder processo é a forma que a sociedade tem para resolver seus problemas.
E ele era uma cara inteligente, instruído.
A quem convém espalhar que ele respondia processos?
Ora bolas.
Imaginem se todo mundo que responde a processos em Mocajuba resolvesse se matar!!!
Primeiro Maria José Pinto inventou a todos uma ENORME DÍVIDA. 
Inclusive a família de Maurício Américo caiu nessa ESPARRELA.







QUANDO FOMOS INVESTIGAR TANTO O NOME DELE QUANTO DAS EMPRESAS DELE ESTAVA L-I-M-P-O.
NADA CONSTAVA.








A suposta dívida serviu para ela arrancar dinheiro de membros de nossa família.
Acreditem que até a uma das FILHAS DE MAURÍCIO, UMA MENINA QUE PASSOU A VIDA INTEIRA RENEGADA E QUE CONVIVIA COM MAURÍCIO ESCONDIDA POR CAUSA DA POSSESSÃO E DA AVAREZA DA MULHER - ELA PEDIU DINHEIRO.








Na realidade Maurício contraiu um débito misterioso na Caixa Econômica, algo até hoje pouco explicado - e ela tentou "repor o dinheiro" que ela não sabia o que Maurício tinha feito - pedindo as filhas renegadas e afastadas dele por ela para emprestar dinheiro e cobrir o débito.Não era uma dívida, era um débito corriqueiro (ou não, ele pode ter feito realmente um caixa dois para si mesmo, para viver a vida dele) e não respondia nem a 10% de seu patrimônio que representa mais de 1.200.000 reais.






Coloquem-se no lugar das filhas dele.
Imaginem, a mulher passa vinte anos renegando você.
Você precisa relacionar-se escondido com o próprio pai - ele morre e a DITA MULHER TEM A CORAAAAAAGEM DE TE PEDIR PARA EMPRESTAR DINHEIRO? 
Na verdade ela sentiu-se roubada por ele, por conta do dinheiro que nunca soube onde foi parar e resolveu cobrar das filhas dele, para depois descontar da divisão do patrimônio.







E isso é só um elemento.
Eu, em nome  minha família tenho a obrigação de esclarecer a toda a cidade a verdade dos fatos.
E dar elementos a cidade que boquiaberta, pede justiça.



quarta-feira, 9 de abril de 2014

MARIA JOSÉ PINTO, A MULHER QUE MANTEVE UM CASAMENTO DE FACHADA COM MEU IRMÃO MAURÍCIO AMÉRICO, JÁ FOI DENUNCIADA PELA MORTE DELE. E JUSTIÇA LOGO SERÁ FEITA.

Maurício Américo
Morreu por envenenamento com o raticida conhecido como "Chumbinho", passou mal depois  ao almoçar  com a mulher  em sua própria casa.
Conhecido pelo número de conquistas femininas enquanto estava casado.
A família pede justiça!!

É MEUS AMIGOS E AMIGAS.
A TODOS QUE CONHECERAM E ADMIRARAM MAURÍCIO AMÉRICO....





MOCAJUBA PEDE JUSTIÇA!!!






Meu irmão morreu no dia 25/08/2013, depois de sentir-se mal almoçando em sua residência em Mocajuba (PA), e ficar internado em Belém no Hospital Saúde da Mulher em Belém do Pará. Alguns dias depois confirmamos que ele morreu vítima de envenenamento causado pelo raticida conhecido como "Chumbinho".


Maria José Pinto
a mulher que vivia com ele e com quem almoçava quando
 sentiu os os sintomas de envenenamento e pediu ajuda



Diferente do que a mulher que mulher que viveu com meu irmão MARIA JOSÉ BAIA PINTO (QUE SE TIVESSE O MÍNIMO DE DECÊNCIA, QUE NA VERDADE NÃO TEM, NÃO USARIA MAIS O NOME DE MEU IRMÃO MAURÍCIO AMÉRICO), não existe nenhum indício de que Maurício tenha cometido suicídio. Essa tese construída e divulgada por ela, manteve-se para os que o amavam apenas 7 dias.




O o resultado do exame que recebemos no dia 12/09/2013
POSITIVO PARA PRAGUICIDAS DO GRUPO DOS ORGANOFOSFATOS ,
ORGANOFOSFATO É IGUAL A "CHUMBINHO"





Chegou a hora do "Queixo de Mocajuba cair" como eu publiquei aqui no ano passado, e todos achavam que tratava-se do caso de Rosiel Costa.
Não.
Por respeito aos profissionais da polícia e da justiça, resignamos-nos.








Não.
Eu referia-me a queda das hipocrisias, das relações de conveniência e aparências que Maurício Américo viveu por 20 anos, junto com essa mulher, que hoje, com o cinismo que lhe é próprio, com a capacidade de manipulação que lhe é peculiar, e com a arrogância que todos conhecem - tenta impor sobre toda a cidade uma tese, QUE NINGUÉM NUNCA ACREDITOU. MAS SUA ARROGÂNCIA É TAMANHA QUE ELA AINDA ACHA QUEM ALGUÉM ACREDITA NISSO. E MUITOS, PELAS MESMAS RELAÇÕES DE CONVENIÊNCIA QUE MANTINHA MEU IRMÃO AO LADO DESSA MULHER E PELA CAPACIDADE QUE ELA TEM EM MENTIR E MANIPULAR, AINDA CARREGAM CERTA DIFICULDADE EM ACREDITAR.








SABEMOS DO PODER DE MANIPULAÇÃO QUE ELA TEM.
CONHECEMOS E FOMOS VÍTIMA DISSO POR DUAS DÉCADAS.







MUITA GENTE, QUE JÁ SABE DA VERDADE DOS FATOS, TEVE DIFICULDADE EM ENTENDER MINHA ÚLTIMA POSTAGEM ONDE EU PERGUNTAVA SE O CASO DELE ERA SUICÍDIO OU ASSASSINATO.









Pois bem.
Vou ser objetiva.
A polícia de Mocajuba, sob liderança do delegado Armando Fernandes, conclui suas investigações e encaminhou ao Ministério Público, que por sua vez acatou e denunciou MARIA JOSÉ PINTO por HOMICÍDIO QUALIFICADO.


capturadeteladositedejustiça


*atualização 10/04/2014, 12:49.: o termo correto é "denunciou e não "indiciou", como estava escrito. É nesta etapa que estamos. Agora o processo está aguardando a análise do juiz. 








HOMICÍDIO QUALIFICADO.



EU FIZ AQUELE POST COLOCANDO A INDAGAÇÃO SE ERA HOMÍDIO OU ASSASSINATO, PORQUE ESSA MULHER NÃO SÓ FOI INDICIADA PELA MORTE DE MEU IRMÃO, COMO TAMBÉM TRABALHA COM MUITO AFINCO PARA CONVENCER AS PESSOAS NA CIDADE, INVENTANDO ARGUMENTOS, MOTIVOS E ATÉ DIVULGANDO A IDEIA DE QUE MAURÍCIO TERIA DEIXADO CARTAS, PARA CONVENCER A TODOS DE QUE ELE TERIA SE MATADO. O QUE ELA ESTÁ AFINAL TENTANDO FAZER? LIVRAR DE UMA  CONDENAÇÃO?










ISSO PORQUE NO CASO DELA, TRATA-SE DA POSSIBILIDADE DE "JÚRI POPULAR" E PORTANTO SERÃO PESSOAS DA SOCIEDADE A JULGÁ-LA. ELA OBVIAMENTE SABE DISSO.










ELA AINDA ACREDITA QUE HÁ ALGUMA POSSIBILIDADE MAIS UMA VEZ MANIPULAR, MENTIR E ENGANAR COMO FEZ A VIDA INTEIRA CHANTAGEANDO E MANTENDO MEU IRMÃO PRESO A UM CASAMENTO DE FACHADA.








VEJAMOS,




Recentemente, uma jovem e bonita moça, suicidou-se em Mocajuba.
Ela tinha um motivo.
Ela deixou uma justificativa/confissão.
E[...]




O marido/companheiro dela, ao deparar-se com a situação, ou seja com sua esposa morta, correu imediatamente a delegacia para registrar queixa.







Meu irmão não tinha motivos.
Era um amante da vida.
Não amava a mulher com quem vivia, mas amou todas as outras (dezenas) com as quais relacionou-se enquanto casado. A única forma que encontrou de manter a "família", a "posição social" e "as conveniências da sociedade".
Afinal, era esse o mundo em que ele vivia.









Meu irmão não tinha dívidas. Como a tal professora Maria José Pinto tratou de espalhar.
Porque espalhar que, uma pessoa que não tinha nenhuma dívida em nenhum sistema nacional, tinha uma enoorme dívida, SE DE FATO NÃO TINHA? SE TINHA NA VERDADE UM PATRIMÔNIO DE MAIS DE  HUM MILHÃO E DUZENTOS MIL.








Porque esforçar-se tanto forjar e divulgar um possível motivo para um conveniente suicídio?






Porque Maria José Pinto tentou frear as investigações? Tentou impedir o andamento do esclarecimento de sua morte?
Porque marcar reuniões com as filhas dele e pedir sigilo absoluto?
[Elas nunca caíram em mais essa manipulação, afinal foram suas vítimas}






Uma mulher traída a vida inteira e humilhada mais uma vez por uma  MAIS amante, que de tão amante, era mais mulher dele do que ela, vivendo com o "marido social" dela por quase seis anos, jovem, linda, e por quem ele era apaixonado e pela qual tentava separar-se- É CAPAZ DE QUÊ?





Uma mulher que já tinha tirado tudo dele: o emprego dos Correios, ele não tinha mais. Até o FGTS dos Correios ela já tinha o pressionado a retirar para comprar nova casa. Poderia agora tentar descartá-lo?








A possessão que MARIA JOSÉ PINTO tinha em relação a Maurício Américo poderia ser capaz de fazê-la pensar que se ela não podia mais viver com ele, ele também não poderia viver com ninguém nem de jeito nenhum?









Afinal quem  é a professora MARIA JOSÉ PINTO, aquela conhecida pela arrogância, a  "Neca"?
Ou alguém por mais próximo dela que seja, desconhece sua arrogância ?
Sim.
Trata-se de uma pessoa altamente possessiva, manipuladora, dissimulada e talhada para viver uma vida de conveniências onde o único sentido é fazer-se parecer melhor que seus iguais.
Uma mulher ardilosa e avarenta.
Uma mulher que mantinha meu irmão longe do pai e da mãe por medo de que isso custasse a ele alguns vinténs.
Para relacionar-se com os pais e irmãos e dava dinheiro escondido, fugia...Como fez um dia antes de morrer, quando foi a casa de minha mãe informar, que ele estava apenas esperando o neto nascer. Que ia viver a vida dele.










Alguns elementos sobre ela que vocês talvez não saibam.
Quando o conheceu ele tinha outro amor.
Mas com a manipulação que lhe acompanha pela vida, ela deu o chamado golpe da barriga.









Isso mesmo.
Casou inclusive de amarelo porque já estava grávida.
Isso não seria demérito, se não fosse uma de suas grandes manipulações sobre meu irmão Maurício.











Logo depois de casada, esforçou enormemente para tirar Maurício Américo de perto da família.
Diferente de que muita gente pensa, ele não era avesso a família, e sim era pressionado dioturnamente como relatam testemunhas QUE VIVERAM COM ELES afastar-se de TODOS.
PARA ELA, TODOS TINHAM MÁCULAS, QUE A "SANTA NECA", RAINHA DOS POBRES, NÃO PODIA SUPORTAR.








BALELA.

ERA SÓ POSSESSÃO E AVAREZA.



O manipulou para não viver na casa que ele tinha construído ao lado da casa da mãe.
Afeita a posições sociais e reconhecida como pouco afeita ao contato com pessoas humildes, recusou-se a viver na Pranchinha ao lado dele na casa de madeira, muito caprichada que ele fez, para viver perto da família.











Além disso, o fez convencer a mãe, então comerciante a gastar a poupança amealhada durante UMA VIDA, para comprar a casa que ele tinha construído para que ele adquirisse outro imóvel, mais CONDIZENTE COM SUA ARROGÂNCIA DE MARIA JOSE PINTO E LONGE DA FAMÍLIA.





Mãe é mãe.
Minha mãe deu todo o dinheiro que tinha para que meu irmão adquire-se sua segunda casa própria, uma casa ONDE TODOS OS MEMBROS DE SUA FAMÍLIA NÃO ERAM BEM-VINDOS - MUITO MENOS A MÃE.








Essa história é longa.
E servirá a todos que vivem de aparências e conveniências a repensarem suas vidas, suas prioridades.
Afinal, a morte já não tão misteriosa de meu irmão terá um significado para todos nós.
Para a cidade de Mocajuba (PA).







E ela, apesar das conveniências e das aparências que mesmo depois que meu irmão morreu ainda pesam sobre ele - desta vez não sobre sua vida, MAS SOBRE SUA MORTE.







Mas tanto a justiça de Deus quando dos homens se fará e todo o sofrimento que lhe foi causado por vinte anos e que culminou com sua morte não será em vão.










#MAURÍCIO AMÉRICO PEDE JUSTIÇA#









E para quem acredita em choro...
Lembrem, por exemplo o caso Richthofen, aqui





domingo, 6 de abril de 2014

Novas Eleições em Mocajuba (PA)?


copiadeteladamoviemntaçãodoprocesso
Como já mostramos para vocês aqui, há um grave processo movido por Alda Ferreira (DEM) contra Rosiel Costa e José Antônio Castro. Por conta desse processo, se condenados os dois podem perder os cargos e teríamos novas eleições na cidade.




Com a demora no resultado, leiam no post os porquês, muita gente começa a achar que não vai dar em nada e etc tal. Rumores e fábulas sobre acordos também são levantados.


Meus lindos e lindas,

Eu sou uma pessoa séria e do bem.
O que sei, já postei aqui para vocês.
O que eu acho?
Bem [...]
Compra de votos é uma das piores mazelas da política brasileira e corre a boca pequena uma prática muito usada na cidade para manutenção no poder.








Eu prefiro confiar na justiça.
Nesse link vocês podem acompanhar diretamente o processo.
Ele está em Movimento, recentemente, o advogado de Alda Ferreira, o filho Tony Nunes, retirou documentos, analisou, devolveu.

Então.

Tudo está correndo...
Vamos aguardar.


Se eles forem condenados, provavelmente vocês saberão antes de mim. 


Já imaginaram o retroblex?






Vai ser gente correndo para um lado,
Outros chorando para outro.
Outros com a cara no chão...

Presidente da Câmara, até então apoiador de Rosiel Costa, deixa a base do prefeito afastado (Isso existe mesmo?!!), mesmo sob suposta chantagem.. E está quase formado o paredão de Rosiel Costa (PR)

É isso meus queridos e amadas....


vereador Salomão Sacramento (PPS)
de uma linhagem de apoiadores de Rosiel Costa, sai do grupo Rosielsista, supostamente sob chantagem.


Salomão Sacramento (PPS), filho do ex-vereador evangélico Rosalvo Sacramento e empresário do ramo farmacêutico, em pronunciamento na Câmara Municipal na última sexta-feira, declarou não compor mais o grupo de "rosielsistas". 




Aos que não sabem ou não lembram Rosiel Costa (PR) foi afastado pela justiça sob acusação de formar uma quadrilha para dilapidar os cofres da cidade, uma vez que a maioria da Câmara Municipal que também podia fazê-lo, era apoiadora com do governo.





Pois bem.





Lê-se no perfil da Câmara Municipal de Mocajuba o seguinte texto:



O Presidente da Câmara Municipal de Mocajuba Ver. Salomão Sacramento (PPS) em discurso na sessão de ontem Sexta-feira dia 04.04, declarou que não faz mais parte da base politica do prefeito afastado Rosiel Costa (PR) "Tenho princípios e compromisso com o povo que me elegeu para ser represente do evangelho no parlamento, e esses princípios, não me permite ser chantageado. .. sou homem o bastante pra assumir meus erros, mas repito, não me permito ser chantageado... Não vivo sob pressão ou ameaças[...]

 (Ver. Salomão Sacramento )






Ou seja, depreende-se do texto que o vereador teria sido  chantageado para manter seu apoio ao prefeito afastado sob acusação de corrupção e roubalheira. 










Diante do que todo menino catarrento indaga-se:
Qual foi a chantagem?
 Ele estava sendo chantageado porque?
Será que diante da firmeza em alinhar-se ao governo Rosiel Costa (PR) o teria chantageado? 
E Agora José? 
Rosiel Costa, levaria tais ameaças a cabo?
Ou é melhor perder o apoio e deixar o acerto para o futuro para não comprometer mais a sua imagem?


Rum?









O fato é que a Comissão Processante foi formada na Câmara Municipal na última sexta-feira.
O que é isso?






É o "paredão do Rosiel", mas é paredão de um único votado.
Com a entrada do vereador  Salomão Sacramento (PSDC), o grupo de anti-rosielsistas que era formado por Daniel Cunha (PSB), Nil Vasconcelos (PSDC), Jorge do Janito (PSD) aumentou e ganhou força para cassar Rosiel Costa. Já tinham mudado de lado os antigos rosielsistas: Carlão (PR), e Socorro Dutra (PMDB). Então...


reprodução

Contando com o vereador Estélio Guimarães (PSDB) já  são sete vereadores contrários a Rosiel Costa (PR) e o movimento de bastidores é para cassá-lo, para alguns é para caçá-lo mesmo, expurgando-o da política. Isto  porque o processo penal contra ele, e que pode também levá-lo a cadeia, chamado formalmente de PROCEDIMENTO CRIMINAL INVESTIGATÓRIO também está correndo.













Então,  agora quase está pronto o paredão que pode levar a eliminação de Rosiel Costa (PR) do jogo.









Pena que o público não vota, né?
Assim as pessoas poderiam manifestar-se também.









Aos meninos e meninas de memória curta, vamos tecendo (retecendo) a trama que está prestes a levar Rosiel Costa ao paredão:



Leiam que é importante para a gente ir entendendo como funciona a nossa política local e a necessidade que você assuma o papel de agente de mudança, entendendo que é quem, entendendo que a lógica permanece a mesma e que é preciso renovar. Sim.








Rosiel Costa elegeu-se em 2008, derrotando Wilde Colares (PMDB).
Os vereadores que eram "wildistas" de carteirinha, como nosso prefeito em exercício José Antônio Castro (PSD), também Rosalvo Sacramento (?), Socorro Dutra (PMDB)...
Blôôôôô!!!










Mudaram de lado e fizeram um arranjo de apoio ao atual prefeito afastado (mais-olhe-lá essa nossa situação).
Rosiel Costa (PR)  expurgou a vice-prefeita Alda Ferreira (DEM) e com o apoio da Câmara Municipal, e cassou a vereadora Andréa Baia, única opositora ferrenha no primeiro governo de Rosiel Costa (PR).


Nosso vereador Estélio Guimarães, conta-mas-não-conta  como oposição,  por conta de suas relações familiares com um dos mentores do governo rosielsista, Júnior Sabbá, o "Boibojú".
Ou conta?
Ha....!!


publicada em 18 DE FEVEREIRO DE 2012

blog da prefeitura
Em um verdadeiro "retroblex", tiraram Andréa Baia do posto de vereadora,  e alçaram à condição de presidente da Câmara Municipal, o altíssimo-purcaria (expressão que mantenho em homenagem ao olhar de meu irmão Maurício Américo à política de Mocajuba) meu primo "dizque", Edinilton Braga (PSD).


Câmara Municipal de Mocajuba nos tempos áureos do governo Rosiel Costa (PR)
 e que contava com o apoio massivo e muito alegre (reparem nas expressões) dos vereadores de Mocajuba
Câmara de Mocajuba -Fonte Blog da Prefeitura.
Vale lembrar que o papel desses vereadores era justamente o de fiscalizador e impedir as atrocidades cometidas por Rosiel Costa (PR)



Em 2012, altamente enriquecido por uma atuação na prefeitura que contava com uma Câmara Municipal totalmente alinhada ao governo, e não fazendo seu papel de fiscalizador e sim de "vistagrossador*", Rosiel Costa disputou (PR) venceu a  eleição, e, tendo como vice um de seus vereadores mais fiéis, nosso atual prefeito José Antônio Castro (PSD). 
Rosiel Costa e Jose Antônio Castro - 2012



José Antônio Castro desde milnovecentos-e-antigamente cultivava o desejo de ser o grande controlador dos cofres e da administração da cidade.
Os dois teriam  acertado que José Antônio Castro, no ano de 2013, seria prefeito por um período para realizar seu sonho e ser alcaide mocajubense.  
[...] E também por que Rosiel Costa (PR) precisava demitir o "enormíssimo" número de pessoas que ele colocou no governo para garantir a eleição, e não queria assumir a rejeição.











Contudo, Rosiel Costa estava tão confiante com sua vassoura holandesa sendo preparada para alçar novos voos na política, até candidata a prefeita ela cogitou ser. Que negou o acordado.


Quem é vassoura holandesa?
Aqueleza-pequenazinha que é mulher dele e dizem a verdadeira mentora intelectual de todas as suas maldades.
Ganhou o apelido pelo aspecto esguio do corpo, que se parece mesmo com uma vassoura, e pelo cabelo que se cortássemos serviria muito bem a função de espanador de casa, para vassoura não dá. Muito fraco.
Né?











Pois bem.
Rosiel Costa, reza a lenda, teria combinado tudo para que em junho de 2013, José Antônio Castro assumisse a prefeitura de Mocajuba.
Maaaas,
A confiança no dinheiro, no engano que promoveu sobre o povo e na Câmara Municipal que mesmo tendo passado por certa renovação ainda o apoiava em maioria, disse direto (popular "na lata") a José Antônio Castro que ele não teria mais uma "provinha" do governo.
Porque?
Porque, não confiava nele e etc tal.
Foi o maior vuco-vuco!!!







Desde então os dois ficaram bicudos.
Até que as denúncias de Daniel Cunha (PSD) levadas a cabo junto com os vereadores Nil Vasconcelos e Jorge Marques foram investigadas pelo Ministério Público que deflagrou a Operação Mocajuba.







Meses após, Rosiel Costa foi afastado e manteve forte campanha de que voltaria imediatamente.
Eu recebi muitas comunicações desesperadas que diziam que em reuniões locais, seus aliados atestavam que ele já "estava com liminar" na mão. Como se liminar fosse papel de pão. 









Ele mantinha essa campanha do "EU VOU VOLTAR", justamente para não perder os apoios que tinha, especialmente na Câmara Municipal.
Mas o tempo passou...
Passou...
Passou...







O cargos que os vereadores apoiadores de Rosiel Costa (PR) foram cortados em grande medida por José Antônio, e a esperança do "chefe" retornar foi se esvaindo entre os dedos.








O primeiro a não pestanejar a saída do grupo de Rosiel Costa (PR) foi o vereador Carlão (PR)
Em seguida veio a vereadora Socorro Dutra (PMDB)
E na última sexta-feira foi a vez de Salomão Sacramento (PSDB) declarar o apoio a José Antônio Castro (PSD) e elevar o tom de voz para dizer que não apoia mais Rosiel Costa (PR), o prefeito afastado sob acusação de formação de quadrilha para assaltar os cofres da cidade.





É isso.

Rei morto.
Rei posto. 
Eu
Fiiioooooooooooote,  no ombro.
Por favor, que eu também gosto de modinha.
*Termo inventado por Carmen Américo para referir-se a atuação débil da Câmara Municipal de Mocajuba no primeira metade do século XXI.

Sangue Mocajubano na Tv!! Emerson Moreira na TV Cidade.

 Emersom Moreira Oliveira, estará daqui a pouco na TV Cidade, canal 14.
Não percam.

Nós-Somos-Todos-Top!!!

Rayane Lima

Reorganizamos as categorias da "bubage".

E introduzimos elementos nossos, de nossa identidade linguística (uulha).
Então teremos:


- Top Pocoxito!! 


- Aqueazinha-é-top e Aquelizinho é top!
- Aquela-uma-é-top   e Aquele-um-é-top, acima de  20 anos;


 Tiaaquela-é-top  - Tio-aquele-é-top (idade indefinida);


- Top Rimpador  Rimpadora (no estilo menino (a) bons (boas) vão para o céu, as más vão a qualquer lugar);



- Casal Bubage – (Casal Top);
A cara da cidade (TopMocajuba);
Mancada-Top; 


E para inaugurar, (o post da Rayane Lima não valeu) daqui a pouco publicamos nossa top de hoje na categoria Aquelazinha-é-top. E outro, na categoria Tio-aquele-é-top (idade indefinida).


Afinal, nós somos todos tops.

Mocajuba: Direto do Tempo do Ronca !!


Adivinhem quem é?

sábado, 5 de abril de 2014

Bom Dia Meus Lindos e Lindas

reprodução


Eu peço desculpas,

As vezes temos que priorizar algumas coisas.
Sempre foi assim, em toda a minha trajetória,
Caso contrário eu seguiria a mesma linha da reprodução do alinhamento cego aos pseudo-donos-do-poder que muitos terminam sendo obrigados pela tal da "força o campo", a seguir.


Eu sei que estou devendo atualizações.
Mas lhes asseguro, é para o bem de todos nós.


Estou atenta as mensagens em todas as mídias que vocês mandam.

É a luta cotidiana que tem me absorvido mesmo.

beijão no coração de vocês.

A foto montagem foi também publicada por Ronaldo Franco.
"Veja bem, meu amigo, a consciência é um orgão vital e não um acessório, como as amígdalas e as adenóides."(Martin Amis)

BIOJÓIAS

Leitores do Amazônidas por ai...


localizar