Curta AmazôniaeCia

sábado, 19 de março de 2011

Amazônia: EI THOMAS, DO RESTART!! NA AMAZONIA TEM CIVILIZAÇÃO, NÃO TEMOS CULPA DA TUA LESEIRA !!!

Menino da Amazônia Mocajubense
Foto e FotoMontagem: Carmen Américo
Na revista "Isto É" dessa semana, na sessão de frases,  Thomas, baterista da banda colorida e arrepiada  Restart,  aparece dizendo o seguinte sobre fazer shows no estado do Amazonas:


"Imagine você tocar no meio do mato! Nem sei como é o público de lá, não sei se tem gente, civilização”.

Na realidade, trata-se de uma entrevista que ele deu e foi parar na internet. Veja aqui o vídeo desse "teu" falando.

Bem, ele ainda pode estudar e aprender mais um pouco sobre a Amazônia e se surpreenderá com Manaus, a capital do amazonas - que é uma grande cidade com aproximados dois milhões de habitantes.

Não precisa que ele vá a Manaus. Se ele resolver sair por ai e conhecer a Amazônia terá que rever seus conceitos. Bem, ele já pode coonversar com a Andressa Soares, a Mulher Melancia, que esteve recentemente em Mocajuba (PA).

Ei teu... !!! A Amazônia tem quase 80% da população vivendo em cidades. E aqueles que vivem na zona rural são dotados de uma tal especificidade que é quase uma poesia.

Civilização ?

Isso é pouco para os povos agroextrativistas da Amazônia mocajubense, por exemplo.

Aqui operamos o modelo de civilização que pode salvar o planeta, posto que amparado no avançadíssimo manejo da biodiversidade nos moldes do século XXI. São técnicas de uso sustentável dos recursos que oferecem o paradigma que o mundo procura diante da crise ecológica global.

Um modelo em que deve basear-se a biotecnologia e a química fina, setores de ponta indústria de ponta global em integração com as comunidades locais amazônidas. Tu não entendestes nada? Com os representantes da empresa NATURA e indague sobre o Parque TecnoEcológico que ela deverá implantar na região norte.

O mundo está tentando aprender sobre o que fazemos e como fazemos.

Aqui, na Amazônia ribeirinha somos originais, originalíssimos...


Thomas, da banda Restart
reprodução
Sai para lá, cara pálida !

Quero ver você pilotar esse casco aqui !
Seu arrepiado falso.

E meu cabelo é arrepiado pelo vento do Rio Tocantins e pelos banhos em nossas águas com cheiro de folhas verdes...





Amazônida
Foto: Carmen Américo
Sou fashion,
Sou bonito,
sou moderníssimo e não sou leso.
Minha cara de mau é verdadeira para encarar os perigos das águas e dos rios e das nossas matas,
No mais eu rio...
Só rio.
....



Baixo-Tocantins: Igarapé-Miri pede socorro ao governo do Estado e traz suas demandas quanto a segurança pública

O secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha, recebeu, na manhã de ontem , sexta-feira (18), na sede da Segup, em Belém, um grupo de vereadores e lideranças comunitárias de Igarapé-Miri.



A comitiva, da qual fazia parte também a deputada estadual Cilene Couto, entregou ao secretário um documento com uma relação de pedidos e propostas para a área de segurança pública no município.


Mocajuba: Instituto Nossa Senhora das Graças levanta a bandeira da ecologia em Mocajuba

Com o tema Ecologia, realizou-se hoje, em Mocajuba, a PROCISSÃO CATÓLICA DAS CRIANÇAS  sob a coordenação das diretoras do Instituto Nossa Senhora das Graças, o popular Colégio das Freiras.

O tema escolhido pela instituição ligada a congregação vicentina tem suas razões na cidade.

A direção da escola  sabe muito bem o que faz e porquê faz.

Conta-se com a força da educação para mudar o quadro ambiental mocajubense, que, mesmo tendo grandes potenciais, ainda padece com as questões de sustentabilidade ambiental. Algumas questões merecem destaque:


1. A cidade não conta com política de saneamento e vive em crime ambiental.  O esgoto a céu aberto e o despejo de resíduos direto no Rio Tocantins enquadram nosso gestor  na lei nacional de crimes ambientais. Isso,  em sociedade ativas leva a ações de improbidade administrativa e responsabilização do prefeito; Prefeito, como andam as coisas nesse sentido?
Despejo de Esgoto direto no Rio Tocantins
Foto: Carmen Américo

2.Outra grande problemática é o problema do lixo urbano configurado em um lixão a céu aberto à margem da Rodovia PA-151, que já contaminou o Igarapé do “Ipixuna”e  traz graves riscos a saúde das comunidades do Novo Horizonte e Prachinha. Outro crime tipificado na Lei de Crimes Ambientais. Mas a questão não é tã somente a responsabilização das autoridades e sim a sustentabilidade ambiental local.


Lixo em Mocajuba
Foto: Maria José Trindade (02/2011)
3. Ainda temos a GRAVISSÍMA ALTERAÇÃO na Praia dos Gorgons, que dispensa fotos. A prefeitura local, ignorando todas as leis e necessidades de gestão, regularmente, para promover festas, aterra a praia com material de origem desconhecida,  impactando a geologia da orla, assoreando o rio Tocantins, levando aos últimos suspiros as fontes de água existentes na praia. 

As políticas culturais não podem responder apenas a necessidade de fornecimento de cerveja, especialmente, se tiver alguma ligação com o prefeito mocajubense;

È preciso que tais políticas (leia-se festas pura e simples) sejam pensadas de forma a garantir a sustentabilidade da Praia dos Gorgons e do Rio Tocantins. As internvenções estão tornando-se irreversíveis e os danos irreparáveis.

4. A quase imperceptível atuação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente que ainda não consolidou o Sistema Municipal de Meio Ambiente e fica na ribalta de duas outras secretarias municipais.  Alguém sabe em que se baseia hoje as ações da Secretaria de Meio Ambiente de Mocajuba? Secretário, preciso de uma entrevista com o senhor.


5. E por último na lista, para não cansá-los, temos falta de ação quanto ao Cadastramento Ambiental Rural (CAR) uma vez que Mocajuba, até então, não aderiu a proposta de encabeçada pelo MPF-PA que poderia assegurar ao município grandes avanços na gestão ambiental rural;

Amazônia: a pesca artesanal do camarão

Camarão é dos crustáceos mais apreciados na culinária amazônida.
A pesca do camarão é uma das diversas atividades que as comunidades agro-extrativas de Mocajuba e toda região do baixo-tocantins, além de outras regiões da Amazônia. È uma fonte muito importante de proteína para as famílias, além de constituir-se como fonte de renda.

O equipamento arrendonda baseado em talas retiradas das palmeiras regionais chama-se matapi e é usado para a captura do camarão na região. Além da captura com matapis, a pesca é realizada através da tapagem e da gapuia nos braços de rios e igarapés.

Trata-se de tecnologias seculares das comunidades ribeirinhas. Logo vamos mostrar aqui como se realiza a captura com matapi, a tapagem e a gapuia que são elementos muito singulares das formas de relação do homem com a natureza em nossa região.

Saberes da amazônia. Tecnologias amazônidas...

Amazônida

Carmen Américo....
Posted by Picasa

sexta-feira, 18 de março de 2011

Prêmio destaca esporte como agente social


reprodução


Mocajubana Pelo Mundo: Marcela Fernandes

Nossa Mocajubana desta sexta é Marcela Barbosa Fernandes.

Ela tem 22 anos, é como Assistente Social.

Com nível superior completo, Marcela é uma vitoriosa.

Deixou Mocajuba para buscar conhecimento e alcançou seu objetivo.

Como Mocajubana pelo mundo que é, vive em Belém do Pará nossa capital - já que nossa cidade expulsa seus filhos e filhas.

Seus pais José Antonio Ramos Fernandes e dona Inailde Barbosa Fernandes garantiram-lhe o que de melhor se pode dar a uma filha: a educação.

Eis Marcela Fernandes...
Marcela no dia da Formatura
Foto: Arquivo Pessoal Cedido


Blog: Bairro onde mora em Belém.
Mocajubana pelo Mundo: Cremação

Blog: Bairro que a família mora em Mocajuba?
Mocajubana pelo Mundo: Arraial


Blog: O que faz para se divertir onde vive atualmente?
Mocajubana pelo Mundo:: Nas folgas vou a igreja, fico em casa estudando e assistindo Tv.

Blog: Qual é "boa pedida" em Mocajuba?
Mocajubana pelo Mundo: Bar Giga Byte

Blog: Quais suas atividades na cidade?
Mocajubana pelo Mundo: Curto a família, e passeio com o namorado, vou a praia, á praça.

Blog: Por que saiu de Mocajuba ?
Mocajubana pelo Mundo:  Sai de Mocajuba para estudar.

Blog: Pretende voltar para ficar?
Mocajubana pelo Mundo: No momento não, vou à cidade somente a passeios. Penso em voltar um dia quem sabe quando tiver aposentada..Rsrsrs


Blog: Uma Frase...

"Nunca deixe que nenhum limite tire de você a ambição da auto-superação."


Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer
Mahatma Gandhi

"A derradeira medida de um homem não é onde ele se coloca em momentos de conforto e conveniência, mas onde ele se posiciona em momentos de desafio e controvérsia."

Martin Luther King Jr

Mocajuba: cidadania

O adágio popular que diz que FARINHA POUCA MEU PIRÃO PRIMEIRO está sendo a máxima de alguns professores que estão no embate com o  prefeito mocajubense, o Colher e os seus.


reprodução
Por conta disso, um grupo grande está extremamente chateado com aqueles que estão sendo chamados de oportunistas e demagogos.

Os profissionais mais comprometidos estão "soltando fogo pelas ventas". Muitos desanimam-se com o movimento de defesa da educação no município.

A meu ver, isso não é de todo ruim. Porque desse modo, aquilo que é fundamental fica sob a defesa daqueles realmente seguram a bandeira de forma coerente. Ninguém é bobo. Logo, dá para separar o joio do trigo. Mas é preciso CORAGEM.

Por isso é URGE que a sociedade mocajubense, de forma geral, leve seu apoio a categoria.

È o futuro da cidade que está em jogo.

Barack Obama no Brasil


reprodução
Barack ainda não chegou ao Brasil...


Mano (a), mas jáá tá uma “bubage” por lado dele...

Mais de 800 homens no rio, mais de 3.000 em Brasília.

Aviões de guerra...

Com bloqueio de vias...

Atuação das três Forças Armadas

Caças de prontidão...

Baterias de artilharia antiaérea posicionadas

Atiradores de elite...

Axii!!!

Ser o homem mais poderoso do mundo causa muita dor cabeça...


Mas a grande questão da vinda do presidente a América Latina é lidar com certa frustação diante do governo dele. Sua trajetória vitoriosa inspirou muita gente por aqui, especialmente, populações historicamente excluídas como negros, índios e pobres de maneira geral. 

Mas o tempo passa e ele continua o presidente da maior potência global e nós o primo pobre com realções econômicas ainda marcadas pela desigualdade e pelo protecionismo - enormisssimas taxas que deixam nossos produtos mais caros dentro do EUA e impedem o crescimento do comérico daqui para lá.

A retórica não fez-se acompanhar de ações para um comércio mais justo.


Ègua de ti Barack!!!

quinta-feira, 17 de março de 2011

Piadas: Porra Maurício

O site Porra Maurício, com subtítulo "Fora do Contexto Ninguém é Normal", é um achado na internet.

Mas é adulto.

Tiras das revistas em quadrinhos Turma da Mônica, de Maurício de Sousa, são  lidos em outra interpretação diferente do enredo original.

Então se você é menor ou é muito sensível, pule as próximas postagens.

Não fuxique direito nas demais...












Piadas: Porra Maurício !!!

Piadas: Porra Maurício



Piadas: Porra Maurício



Piadas: Porra Maurício


Piadas: Porra Maurício




Amazônidas....


Somos do mundo das águas...
Águas do Tocantins.
Que nos espelha. 
Quase verde, esverdeado.

Nosso sangue mestiço.
Nossa pele morena, pálida e amarela.
Aquarela amazônida.
È aquarela.
Amarelas.

De olhos de jaboticaba.
Nada.
Açai.
Bacaca.
Somos de cá.
Do mundo daqui.
Do mundo que chega acolá.

E o açai que corre em teu suor...
Oh, carioca !!
Sou eu.
Somos nós amazônidas..

 

Pará: Alimentação Escolar

Veja-se que a a Prefeitura de Trairão abriu Chamada Pública, por meio da Secretaria Municipal de Educação, para aquisição de gêneros alimentícios. A prefeitura pretende adquirir produtos da agricultura familiar para suprir a demanda das escolas da rede pública municipal. A abertura do processo acontece em 08/04/2011, às 15 horas.

E em Mocajuba ? De onde está vindo os produtos da merenda escolar?

Hum?!!!

Pará: Oportunidades Para Professores e Professoras

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) informa que estão abertas as inscrições para o Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado do Centro de Ciências Sociais e Educação. As inscrições devem ser realizadas, exclusivamente, pela internet, no endereço www.uepa.br/mestradoeducacao, no período de 17 a 30 de março de 2011. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (91)4009 9552.

Mocajuba: mais olhe lá não!!!!

Fontes locais ligadas ao vereador Estélio Guimarães (PSDB), que estava ausente de Mocajuba por ocasião de viagem de férias a São Paulo, onde residem familiares seus, informam que ele foi assaltado por lá.

Estava caminhando no Parque do Ibirapuera (Ulha !!) e roubaram o carro dele.

Mas olhe lá não !!!

Ele estava démais numa bubage caminhando lá pelo Parque do Ibirapuera e acabou sentido falta da Pranchina.

Livrou-se dos assaltantes mocajubenses para cair nas mãos dos paulistas.

Dizque o seguro demorou démais para resolver as coisas e ele foi ficando mais por lá.

Estava por aqui por Belém contando as desgraças dele...

quarta-feira, 16 de março de 2011

Mocajuba: O Cine Panorama

Foto: Paulo Laredo (Facebook)
Paisagem, tempo em movimento.

Paisagem - ela é a dimensão visível do mundo. Para os geógrafos e geógrafas – é a porta de entrada para a leitura da realidade.


Paisagem, para nós geógrafos, não é uma imagem linda de um recanto dotado de beleza cênica. È a dimensão do mundo que se vê.

Paulo Laredo revela sua sensibilidade diante das mudanças da cidade. Onde muitos enxergam apenas um prédio em obras, ele vê o tempo em movimento.

A foto mostra o antigo CINEMA PANORAMA sendo reformado e transformado para abrigar outros serviços. Mostra aquilo que já foi o centro cultural da cidade, o ponto mais badalado de Mocajuba.

Depois de anos fechado confirmou-se que ele faz parte apenas da história da cidade.

 
Atualmente, o prédio do antigo cinema  foi comprado da família Braga (Neusa Braga) pelo médico mocajubense Arivaldo Meirelhes, especialista em fertilização humana que atua em Belém e é pouco visto pela cidade. Fontes locais tão conta de que o prédio em tela será transformado para abrigar uma escola que deve ser administrada pela “Professora Matilde”.

Não se trata apenas de mais um prédio que é readaptado. O CINE PANORAMA possui um papel destacado na história mocajubense. É marco de um tempo que nenhuma cidade do interior paraense tinha salas de exibição de filmes. Pois é. Mocajuba tinha uma.


reprodução
A rotina e o cotidiano local eram marcados pela chegada dos "rolos" de vídeo através dos barcos que faziam a linha Mocajuba-Belém-Mocajuba e aportavam no velho e já extinto trapiche municipal. Um desses barcos mais antigos chamava-se “Lustre”. Depois o Rodrigues Alves, o Julieu... E quem não se lembra da Chatina que fazia a linha Tucuruí-Belém-Tucuruí?


Os filmes chegavam aos sábados. E a chegada já era parte do evento.

Todo sábado, os adpetos aguardavam anciosos, uns sentados ainda nas cercas do trapiche antigo. Parafraseando o Pequeno Príncipe de Saint-Exupery:  quanto mais a hora de chegada do barco se aproximava, mas os moradores sentiam-se felizes. Na chegada do barco, muitos já estavam inquietos e agitados: descobriam o título da felicidade do dia.
Os moradores aguardam o barco Rodrigues Alves
Foto: FlogãoMocajuba

Neste novo milênio os barcos não são mais a referência de contato da cidade com mundo.Porque com a abertura, e depois o asfaltamento, da estrada PA-151, Mocajuba tem o ritmo de vida cada vez mais dual e com certa preponderância das estradas na conexão com outras regiões do Pará - por consequência do mundo.

O trapiche onde os barcos aportavam trazendo as tais "fitas de vídeo" - por total falta de sensibilidade dos gestores e elites de comando – deixou de existir.  Sumiu da paisagem.




Mocajuba 1989
O trapiche antigo à direita da foto
Foto: FlogãoMocajuba
 

É verdade que há muito tempo o CINE PANORAMA já não funcionava como tal. Paulo Laredo, o autor da primeira foto, conhece bem a trajetória do cinema e nos conta em detalhes. 

As sessões ocorriam aos sábados e domingos sempre às 19 horas. Sessões que constituiam verdadeiros eventos culturais cheio de magia, música e vibração.

Em sua fase áurea, o cinema exibia-se clássicos filmes de bang bang (faroeste) e os filmes de aventuras como Tarzan.

Eu não lembro.

Morava longe do CINE PANORAMA  e a prioridade em casa era comida. Não sobrava para o cinema. Mas o Paulo Laredo, de um outro ramo da família "Américo" sabe muito sobre o tema.

Exibia-se por lá  os filmes de luta  tendo o kung fu de Bruce Lee como parte central dos enredos.

O padre holandês administrador do cinema já não vivia mais na cidade e a administração passou a Francisco Braga Filho, “o Tiquinho”, que exibia também filmes pornôs. Já estávamos na década de 90 e numa fase muito decadente.

Ironicamente, o CINE PANORAMA que representou a modernidade na cidade e colocou-a na vanguarda das ações entretenimento estadual também foi traído pela modernização técnica, pelo avanço tecnológico, difusão de aparelhos eletro-eletrônicos e popularização das fitas VHS, quando o vídeo-cassete era artigo de luxo nas casas da classe média e alta Mocajubense, justamente quem constituía o público do CINEMA PANORAMA.

Em uma fase terminal do cinema "Tiquinho" mandava buscar os filmes em uma distribuidora no Maranhão. Tais filmes eram tão antigos e deteriorados que chegavam com ausência de algumas partes. Tinha uns “teus” que saiam tiririca porque o filme não tinha o final. 

Já pensou a raiva ?
È. O cinema agonizava.

Paulo Laredo conta o seguinte: o cine nem sempre funcionou no lugar que hoje abriga o prédio que está sendo reformado. Nasceu por iniciativa de um padre apaixonado pela grande tela e sua primeira instalação era a antiga casa paroquial, onde moravam os padres e que hoje não existe na paisagem mocajubense. Foi sucedida por casas particulares e depois por estabelecimentos comerciais.

Rua Alexandre Castro antes da rampa.
No detalhe a antiga casa paroquial e a oficina do Irmão Leonardo
Foto: FlogãoMocajuba


Em uma segunda fase,  foi transferido para Salão Paroquial (da igreja católica) onde funcionou muito por tempo. Segundo Paulo Laredo, um racha entre os padres (Padre Lino e o Irmão Leon) precipitou a mudança do cinema novamente.

Então, irmão Leonardo comprou um terreno na rua João Machado que pertencia ao professor Mauricio Lopes. Constriu sua residência, instalou o  cinema e uma oficina nos fundos. Durante muito tempo foi a forma de entretenimento de destaque no município.

Os filmes vinham no barco Lustre e eram esperados com ansiedade pelos moradores. Muitos tiveram o primeiro contacto com a sétima arte no Cine Panorama e depois afastaram dessa forma de entretenimento numa espécie de involução cultural.


A exibição dos filmes era uma verdadeira festa.

Antes de iniciar as sessões ouvia-se as músicas dos filmes de bang bang, a fanfarra... Nos intervalos, os espectadores também eram entretidos com o momento musical.

Os leitores devem estar pensando :

- Mas Carmen!!! Intervalo ! Mas como já?

É verdade!

Os filmes vinham em três rolos. Depois de cada rolo havia um intervalo para colocar o próximo.

Na frente do cinema ficavam os vendedores de guloseimas. Que pipoca e cola-cola, que nada !!!

Era chopp e pastel mesmo. Estes, não raro eram vendidos por crianças e adolescentes.

Neste intervalo, muitos "não pagantes" entravam sorrateiramente - como se já tivessem pagado. Não havia um controle com tícktes e coisas do gênero. Tudo funcionava com um controle visual  e o funcionário do cinema, conhecido como “Patrício”, não conseguia registrar exatamente todos os rostos que já tinham pagado as entradas.

Hoje a cidade segue outros rumos...

A mudança na paisagem é produto da história e dos novos tempos. Cabe a nós decifrarmos que tempo é esse.

Mocajuba, história, cultura e anedotas...


Mocajuba: sob risco

A falta de prestação de contas quanto ao uso dos recursos financeiros do município coloca o prefeito Rosiel Costa na mira do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e pode comprometer o recebimento de verbas pela cidade.

Lembre-se que publicamos aqui no blog. Em 2009,  no primeeeeeiro ano de gestão do prefeito Rosiel Costa mandou apenas parte da prestação de contas, "esquecendo-se" dos recursos da educação e da saúde. O TCM teve que cobrar  dele via Diário Oficial, e até hoje as contas de 2009 ainda não foram aprovadas.
Hoje, aparentemente, esqueceu também de prestar contas de outros recursos e está sendo chamado pelo TCM para apresentar a documentação e os disquetes com o detalhamento- conforme se lê no DIÁRIO OFICIAL de ontem, dia 15/03/2011.
A cidade, portanto, está sob risco de ter seu nome lançado em "débito para com a Fazenda Pública todos os recursos recebidos pela Municipalidade, cuja despesa não foi devidamente comprovada".

O que significa isso?
Significa o "SPC" da gestão pública e não recebimento de recursos pelo município, caso o homem das "Mãos Limpas" não "bote a mão na massa" e faça o dever de casa.


Veja a publicação no link abaixo


Amazônia: e Mocajuba....?

Confira a relação dos municípios que aderiram ao pacto antidesmatamento proposto pelo MPF no Estado.


O acordo também foi assinado pelo governo do Pará, pela Federação das Associações de  Municípios do Estado do Pará (Famep) e pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Pará (Faepa)




1. Abel Figueiredo

2. Água Azul do Norte

3. Alenquer

4. Altamira

5. Ananindeua

6. Anapu

7. Aurora do Pará

8. Aveiro

9. Bannach

10. Bom Jesus do Tocantins

11. Brasil Novo

12. Brejo Grande do Araguaia

13. Breu Branco

14. Canaã dos Carajás

15. Chaves

16. Conceição do Araguaia

17. Cumaru do Norte

18. Dom Eliseu

19. Eldorado dos Carajás

20. Faro

21. Floresta do Araguaia

22. Goianésia do Pará

23. Gurupá

24. Igarapé-Açu

25. Igarapé-Miri

26. Ipixuna do Pará

27. Irituia

28. Itaituba

29. Itupiranga

30. Jacareacanga

31. Jacundá

32. Mãe do Rio

33. Marabá

34. Medicilândia

35. Monte Alegre

36. Nova Ipixuna

37. Novo Progresso

38. Óbidos

39. Oriximiná

40. Ourilândia do Norte

41. Pacajá

42. Paragominas

43. Pau D'Arco

44. Peixe-Boi

45. Piçarra

46. Placas

47. Ponta de Pedras

48. Porto de Moz

49. Rio Maria

50. Rondon do Pará

51. Rurópolis

52. Salvaterra

53. Santa Maria das Barreiras

54. Santana do Araguaia

55. São Caetano de Odivelas

56. São Domingos do Capim

57. São Domingos do Araguaia

58. São Félix do Xingu

59. São Geraldo do Araguaia

60. São João de Pirabas

61. Sapucaia

62. Senador José Porfírio

63. Soure

64. Tailândia

65. Tomé-Açu

66. Trairão

67. Tucumã

68. Tucuruí

69. Ulianópolis

70. Uruará

71. Viseu

72. Vitória do Xingu

73. Xinguara



Mocajuba está ainda totalmente alijado de qualquer discussão de sustentabilidade....

terça-feira, 15 de março de 2011

Baixo-Tocantins: Treinamento Para o Conselheiros Municipais

Ocorre na capital paraense na sede do Consórcio de Desenvolvimento Sócio-Econômico Intermunicipal (Codesei) um curso de capacitação para conselheiros para fortalecer o trabalho de gestão educacional no município que conta com a presença de profissionais dos municípios de Mocajuba, Limoeiro do Ajuru, Baião e etc.


De Mocajuba, avista-se por lá, Cácia Américo, professora de Língua Estrangeira (espanhol), membro do Conselho Municipal de Educação da cidade como Coordenadora da Câmara de Legislação e Normas, além da presidenta do conselho a senhora Rosinélia Serrão da Cruz, o técnico do conselho Edgar Contente, meu companheiro Edgar Contente... e outros.

Presta atenção que é importante!!

segunda-feira, 14 de março de 2011

Asfalto da Pranchinha

LEIA COM BASTATNE ATENÇÃO A PUBLICAÇÃO DA MATÉRIA ABAIXO PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DE 10/06/2010.


PREFEITURA MUNICIPAL DE MOCAJUBA

NÚMERO DE PUBLICAÇÃO: 115492

HOMOLOGAÇÃO: Concorrência Pública 001/2010 Empresa Vencedora: Polo Construção e Pavimentação Ltda, C.N.P.J: 08.079.942/0001-19 pelo critério de menor valor global, perfazendo um total de R$-1.967.297,00 (Um Milhão, novecentos e sessenta e sete mil, duzentos e noventa e sete reais). Mocajuba/ PA, 28 de Abril de 2010- Presidente da Comissão.



EXTRATO DE CONTRATO: Prefeitura Mun. de Mocajuba e Polo Construção e Pavimentação Ltda. Valor do Contrato: R$1.967.297,00. Vigência do Contrato: 03/05/2010 à 03/11/2010. Objeto: Drenagem, terraplenagem e pavimentação asfáltica das ruas do bairro da Pranchinha no Município oriundo do convenio n°043/10, celebrado entre Prefeitura Municipal de Mocajuba e SEPOF.



Ordenador Responsável:



Rosiel Sabá Costa



ENTENDERAM BEM ? FORAM DOIS MILHÕES PARA  A PÓLO CONSTRUÇÕES PARA UM CONTRATO DE ASFASTO DO BAIRRO DA PRANCHINHA QUE TINHA VIGÊNCIA ATÉ 03/11/2010.
 

Mocajuba: P... Colher !!!

A Prefeitura Municipal de Nova Esperança do Piriá convoca agricultores familiares, por meio da Chamada Pública nº. 01/2011. O objetivo é adquirir gêneros para alimentação escolar. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (91) 3817.1389.

Essa é um exelente maneira de estimular a produção local em Mocajuba já tão combalida. È simples e garante que os recursos da merenda escolar circule no município causando efeitos positivos em cadeia.  O que impede que isso seja feito em Mocajuba?

P... COLHER !!!!!!

Baixo-Tocantins: Piratas atacam em Limoeiro do Ajuru e Matam Vendedor

Reportagem do Jornal O Diário do Pará mostra "desespero e dor que marcaram uma família de ribeirinhos oriunda do município de Limoeiro do Ajuru na Região do Baixo Tocantins, na madrugada de domingo (13).



Uma quadrilha de piratas atacou a embarcação Kalebe Júnior que tinha previsão de aportar na Feira do Açaí em Belém na final da madrugada. Lourivaldo Pinheiro Gonçalves, 23 anos, foi morto a tiros.

Amazônidas....

Foto: Blog
Lá pelas margens do Rio Vizeu na comunidade de Santo Antônio na área quilombola do Segundo distrito de Mocajuba vive Tóia, a Zenilda, neta do "Seu Cabral".

È sobre a palafita que é quase uma extensão do rio Vizeu, uma braço comprido e teimoso do Rio Tocantins que ela dá continuidade a vida amazônida e as tradições ribeirinhas...

Mocajuba: Você já sabe qual é volume de recurso que o governo municipal recebeu o ano passado, só em repasses do governo federal?

Eu conto.

È mais do que aqueles 22.000.000,00 (vinte e dois milhões) já informados aqui.

O site TRANPARÊNCIA BRASIL que informa sobre os REPASSES DO GOVERNO FEDERAL AO MUNICÍPIO foi atualizado, de modo que o VALOR repassado para Mocajuba no ano de 2010 foi R$ 24.950.620,79. Destes, 2.805.716,00 foram direto para os cidadãos e cidadãs através do programa bolsa família. Os demais, direto para as mãos do prefeito...

domingo, 13 de março de 2011

Mocajuba: Carnaval 2011


Foto: Marcos Lopes
Arquivo Pessoal - Facebook
As festas de carnaval mocajubense renascem, apesar dos desvirtuamentos do público para o privado.

Edmiler, o Miró, herdeiro de Dirceu Franco literalmente sacudiu a cidade com seu Vetron Elétrico.

Marcos Lopes , para os amigos Marquinhos, estava que não se aguentava ao lado de Andressa Soares (foto) - a rebolativa Mulher Melancia que veio como presença vip para o bloco.

Só lembro do meu sobrinho Ruinélio dizendo que viu a Mulher Melancia passando enquanto ele descansava os pés na frente do colégio Almirante Barroso. 

Ele dizia rindo, ainda abobalhado:

- Mas a perna dela é do tamanho do meu tronco. Passei demais uma vergonha aqui.

Mas foi "démais uma bubage"!!!!

"Ispia mana (o) !!! A caaaara do Marquinho...

È..
A cidade aos poucos volta ao ritmo normal. Já tá um "quiririm" por lá...
Com essa chuva...

Hum péqueno (a).
Bom mesmo é para namorar.
Depois, depois !!!

Mocajubana pelo Mundo - Nilma Carvalho Pereira

arquivo pessoal
Lembro-me dessa moça de uma época dourada de minha infância e pré- adolescência. Ela já era "moça feita", como bem lembou minha mãe, Dona Alzira. Não preciso dizer que ela hoje tem idade próxima a minha. Quando a gente é "mais novo" dois anos parecem uma eternidade...


Ela sempre morena, esguia, de longos cabelos encaracolados e um antigo companheiro cheio de filosofia e carregando, não raro, um livro nas mãos. Não tenho muitas lembranças dela sozinha. Sua imagem para mim é a imagem de um par.


Nilma, a Nilma do Marico, seu pai,  era amiga de meus irmãos mais velhos, a Edna Américo, então companheira do "Dico da Meran" muito amigo de Aldo Serrão, a Merize Américo, o Maurício Américo... Eu sempre a admirei como uma espécie de referência enquanto presença dramática no cenário.


arquivo pessoal

Logo, eu virei Mocajubana pelo mundo e ela, já sem aquele companheiro de muitos anos, também saiu pelo mundo, como ela disse: "para completar seu ciclo"...


Eis nossa Mocajubana de hoje.....
arquivo pessoal
Facebook




Nome: Nilma Carvalho Pereira
Idade: 38
Profissão/Ocupação: bióloga e ecóloga (pesquisadora)
Reside hoje: No bairro do Centro em Paulo Afonso/BA
Bairro que a família mora em Mocajuba? Centro
Formação: Mestranda em Ecologia Humana e Gestão Sócio ambiental
Signo: sagitário

Pai: Osmarino dos Santos Pereira (Seu Marico)
Mãe: Odila Carvalho Pereira

Blog: O que faz para se divertir onde vive?

Mocajubana pelo Mundo: Paulo Afonso é uma Ilha entranha no semiárido do nordeste ...linda! Tem lugares maravilhosos para se conhecer como cachoeiras, praças arborizadadas onde faço piquinique com a família e amigos, outra boa é o banho no "velho Chico" (rio São Francisco)!!, que lembra o rio Tocantins pela sua cor e beleza...

Blog: Qual é a boa pedida em Mocajuba ?

Mocajubana pelo mundo: "boa pedida" em Mocajuba? Puxa!!rs Estou a algum tempo sem ir na cidade maravilhosa... Qual é a boa? rs

Blog: Quais suas atividades na cidade ?
Mocajubana pelo mundo:  Pesquisadora, estudante, comerciante, doméstica e mãe!!! rs

Blog: Por que saiu de Mocajuba ?
Mocajubana pelo mundo: Precisei, para poder seguir meu curso de vida, minha história existencial e completar meu ciclo...


Blog: Pretende voltar para ficar ?
Mocajubana pelo mundo:  Sim! Voltarei, sou india ligada a terra! rs. E preciso, retornar às minhas origens, raizes...não sei quando será...mas, irá acontecer!


Blog: Uma Frase
Mocajubana pelo mundo:  " Não devemos esquecer que esta terra nos foi doada pelos nossos pais e emprestada para nós pelos nossos filhos, e portanto, cuidemos bem dela!"

Mocajubana pelo Mundo Indicada: Helen Américo (Macapá)

A ilusão do migrante, Drumond

Quando vim da minha terra,

se é que vim da minha terra

(não estou morto por lá?),

a correnteza do rio

me susurrou vagamente

que eu havia de quedar

lá donde me despedia.

Os morros, empalidecidos

no entrecerrar-se da tarde,

pareciam me dizer

que não se pode voltar,

porque tudo é conseqüência

de um certo nascer ali.



Quando vim, se é que vim

de algum para outro lugar,

o mundo girava, alheio

à minha baça pessoa,

e no seu giro entrevi

que não se vai nem se volta

de sítio algum a nenhum.



Que carregamos as coisas,

moldura da nossa vida,

rígida cerca de arame,

na mais anônima célula,

e um chão, um riso, uma voz

ressoam incessantemente

em nossas fundas paredes.



Novas coisas, sucedendo-se,

iludem a nossa fome

de primitivo alimento.

As descobertas são máscaras

do mais obscuro real,

essa ferida alastrada

na pele de nossas almas.



Quando vim da minha terra,

não vim, perdi-me no espaço,

na ilusão de ter saído.

Ai de mim, nunca saí.

Lá estou eu, enterrado

por baixo de falas mansas,

por baixo de negras sombras,

por baixo de lavras de ouro,

por baixo de gerações,

por baixo, eu sei, de mim mesmo,

este vivente enganado,

enganoso.

sábado, 12 de março de 2011

Mocajuba: dobrando os joelhos

Uma organizadora de uma bloco carnavalesco assustou-me ao agradecer o apoio e aos patrocinadores.

Disse:

- Para um fulando de tal EU DOBRO OS MEUS JOELHOS !!!!

Quem é religioso sabe o que isso significa.

Eu, para frente, encontrei com ela no banheiro do Ricos Bar e manisfestei minha decepção. Afinal somos da mesma geração e temos compromisso com as mudanças na cidade.

Ela respondeu-me:

- Muito forte né? Foi no calor da emoção. E o cara não estava nem lá (camarote oficial) para prestigiar quando o bloco passou...

Bem. O resto que ela falou, eu não acho de bom tom falar.

Mas adianto: 2014 vai ser animaaaaaaaaaaado.

Erro dé cárculo...

Lembram do prédio Real Class que caiu em Belém? Pois é a perícia da UFPA (engenharia) conclui que foi erro de cálculo.

Ora bolas!

O papai já tinha me falado.

- Minha filha, isso foi erro dé cárculo.

Né?

sexta-feira, 11 de março de 2011

Mocajuba: embates entre o prefeito, os vereadores e os profissionais da educação

Foto: Carmen Américo
..continuam.

Na primeira sessão da câmara municipal o prefeito e os seus, anularam o Plano de Cargos e Salários retirando direitos dos educadores tais como: garantia de carga horária, adicionais, gratificações e outros.

Os professores e demais profissionais não consideraram a luta terminada.

Uma reunião na Câmara Municipal de Mocajuba discute o tema e a ameaça de greve paira na cidade.

MOCAJUBANO (A) PELO MUNDO: NOTA SOBRE A SESSÃO

Teremos duas homenagens por semana uma na sexta-feira e outra no domingo porque o número de indicados e indicadas vem aumentando muito e alguns não foram publicados por questões de força maior.

O mapinha foi retirado da sessão porque em Mocajuba a internet é péssima e muitas pessoas tinham dificuldade em carregar a página com o mapinha. Por isso ele está temporariamente suspenso.

Se você quer nos contar sobre sua história e trajetória mande um email com seus dados e fotos para militegeo@gmail.com. Coloque os dados que estão na sessão (nome, idade, formação e etc) tal como você vê nos que já foram publicados e mande também suas fotos. Se tiver um amigo ou amiga de Mocajuba que está pelo mundo e você quer homegear mande também (os dados ou um contato).

Mocajubana Pelo Mundo: Cácia Américo

Hoje é sexta-feira, dia de Mocajubana (o) pelo Mundo.

Em decorrência da quebra de corrente provocada por nossa  última Mocajubana  pelo Mundo que indicou a proprietária do blog, recomeçamos com uma moça fantástica e muito guerreira que nos períodos de férias e recesso de suas atividades como professora em Mocajuba volta-se a sua busca por melhor formação e mais conhecimento na capital paraense. Ela mantém-se aproximadamente um mês estudando durante oito horas por dia e "rolando pelas casas dos outros" para consolidar suas conquistas atuais.

Ela é professora, uma pessoa vibrante e canta divinamente.
Eis a Cácia - a morena flor paraense

FOTO: ARQUIVO PESSOAL CEDIDO



Nome: Rosinara de Cácia Chaves Américo
Idade:30
Profissão/Ocupação: Pedagoga/ Especialista em Psicopedagogia, e atualmente é Graduanda em Letras Com Habilitação em Espanhol na UFPA

Em Mocajuba, mora no Bairro da Cidade Nova com a família.


Em Belém, enquanto estuda, mantém-se abrigada na casa de amigos no bairro do Guamá em uma área que é uma quase colônia mocajubense.

Recentemente tem se mantido com a mãe e o irmão no Bairro do Comércio. Assim pode ajudá-la e apoiá-la no tratamento de saúde que realiza na capital em decorrência da falta de assistência na cidade de Mocajuba.



Formação: Pedagogia
Signo: Áries

Pai:Raimundo Sansão Lopes Américo
Mãe: Raimunda Natalina Chaves Américo

Blog: O que faz para se divertir em Mocajuba?
Mocajubana pelo Mundo: CANTO...Porque quem canta seus males espanta e alegra as almas dos amigos. Mas também encontro com os amigos...

Blog: Qual é "boa pedida" em Mocajuba?
Mocajubana pelo Mundo: BAR DO ALDO e PRAÇA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO.

Blog: Quais suas atividades na cidade ?
Mocajubana pelo Mundo: PROFESSORA.

Blog: Por que saiu de Mocajuba ?
Mocajubana pelo Mundo: SÓ SAIO DE MOCAJUBA PARA ESTUDAR. CONTINUO RESIDINDO e TRABALHANDO NA CIDADE.

Blog: Pretende voltar para ficar ?
Mocajubana pelo Mundo:  Mesmo que eu me vá um dia meu coração sempre estará presente neste pedacinho do meu Pará

Blog: Frase: "VALE A PENA SEGUIR UM CAMINHO DIFERENTE DAQUELE QUE A MAIORIA SEGUE." (ANONIM0)

Mocajubano Indicado: Nautilho

Mocajuba: extrato de conta no BB (parcial-recursos federais)



quinta-feira, 10 de março de 2011

Mocajuba: Carnaval 2011

Posted by Picasa

Mocajuba: caranval 2011




E do carnaval de Mocajuba,
Sobraram as fotos,
As dores no corpo,
A alma lavada,
E uma vontade enorme de começar o ano...

Mocajuba - As trabalhadoras rurais de Mocajuba estão melhor informadas dos seus direitos. O fato na pela Associação das Mulheres do Município de Mocajuba (Ammo), no café da manhã em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. A celebração foi realizada no dia 08 (terça) na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Mocajuba. As associadas aproveitaram a ocasião para mobilizar a comunidade para a Marcha das Margaridas 2011, realizada em Brasília. As trabalhadoras fretarão um ônibus para participar da passeata em prol dos direitos das mulheres, em agosto.

Mocajuba: de um lado esse carnaval e de outra essa fome total..

O estudante Leandro Veloso dos Santos, 19, foi preso em flagrante, na manhã de terça-feira, 8, com entorpecentes, no bairro da Pranchinha, em Mocajuba, no nordeste paraense. Em seguida, ele foi autuado por tráfico de drogas na Delegacia de Polícia de Mocajuba - informou o delegado Armando Fernandes ao jornal O Liberal. 


Lê-se na reportagem que
Os policiais militares que prenderam o estudante, cabos J. Almeida e P. Costa e soldados Silva e Fransuel, afirmaram que, durante a ronda diária no município, flagraram, por volta das 11h de terça-feira, Leandro transportando 14 "petecas" de maconha quando caminhava pela rua Benjamin Constant. Cada peteca tinha entre 20 e 25 gramas da droga. De acordo com o delegado, assim que avistou os policiais, Leandro jogou as petecas de maconha dentro da sala de uma residência e se escondeu no imóvel. O que o estudante não contava era que os policiais viram quando ele escondeu a droga e entrou na casa. O entorpecente estava dentro de um saco plástico. Também foi encontrada com o acusado, uma quantia de R$ 17 em dinheiro, possivelmente resultado da venda da droga.



"Os moradores da residência onde o jovem foi encontrado não têm nenhum envolvimento com o acusado; ele apenas se escondeu lá", afirmou o delegado.



Ao ser apresentado na delegacia, o estudante declarou que a droga não lhe pertencia. "Ele disse que recebeu o entorpecente de um homem na Vila do Carmo, no município de Cametá, mas não sabe dizer quem é o sujeito. Leandro não tem passagem pela polícia e terá seu flagrante encaminhado para a Justiça, onde responderá pelo crime de tráfico de drogas", declarou o delegado.

                                                                                                                                          Fonte: O liberal


Nota do blog: enquanto o prefeito preocupa-se com sua  venda de cerveja nas festas mocajubenses, o tráfico corróia a Pranchinha que aguarda melhorias. Aguarda inclusive o asfalto para o qual o prefeito já recebeu os recursos e não  esclareceu os porquês na demora da aplicação e realização da obra.

Mocajuba: Andressa Soares leva o nome de Mocajuba para a mídia nacional

A Melancia aproveita o bom momento na carreira

Sem descanso e aproveitando o bom momento na carreira, Andressa Soares, a Melancia, passou o carnaval fazendo shows pelo Pará. A gata, que está em alta desde que saiu de A Fazenda 3, da Record, se apresentou nas cidades de Mocajuba e Cametá. Ela adorou a receptividade dos moradores da região.



"Foi lindo! Fui recebida com muito carinho. De Mocajuba para Cametá tivemos que pegar uma balsa para atravessar o Rio Tocantins, e a paisagem é maravilhosa!", disse Andressa que fez questão de registrar a travessia.

Nota do blog: A nota é curta. Mas o site é nacional e é sempre bom ter a cidade em evidência de forma positiva.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Mocajuba: agora o prefeito não tem mais desculpa...

Vocês já sabiam, né ?

Mas não custa lembrar.

O Ministério da Educação (MEC) publicou ontem, quinta-feira (3), no Diário Oficial da União, as normas para a liberação de recursos às prefeituras que alegarem não ter condições de arcar com o piso nacional dos professores.



No total, o governo vai liberar R$ 1 bilhão para os repasses, desde que as prefeituras comprovem que a falta de dinheiro foi causada exclusivamente pelo reajuste do piso, atualmente em R$ 1.187,97.



Entre os critérios para acesso aos recursos, está a comprovação de que o município cumpriu a determinação de aplicar 25% das receitas municipais na educação e tenha em lei um plano de carreira para o magistério. Em 2010, nenhuma prefeitura conseguiu receber os repasses por não se enquadrar nas exigências.



As exigências foram simplificadas neste ano. Em 2010, era preciso que a prefeitura aplicasse 30% das receitas em educação e tivesse a maioria dos alunos na zona rural.

 
 
 
Nota do Blog: qualquer cidade, por menor que seja, só pode entrar de forma competitiva nos circuitos regionais, estaduais, nacionais e internacionais, se valorizar a formação da mão-de-obra e isso (não termina com, mas ) se inicia com a valorização dos professores e professoras.

Mocajuba, mantém um salário vergonhoso aos seus educadores e educadoras. Reajustes são motivos de embates entre a atual gestão e a categoria.  

È preciso que tenhamos CORAGEM para apoiar essa luta. Dela depende o futuro da cidade. Esta luta é de todos os pais, mães e estudantes. De todo cidadão e cidadã.

Desde 2010, está valendo esse piso. Não é novidade. O governo federal está apenas dando uma, digamos, forcinha. Mas se a gestão não é séria, não tem forcinha que dê jeito.
"Veja bem, meu amigo, a consciência é um orgão vital e não um acessório, como as amígdalas e as adenóides."(Martin Amis)

BIOJÓIAS

Leitores do Amazônidas por ai...


localizar